sábado, 6 de agosto de 2011

Faroeste caboclo

Ontem eu falava sobre um pesadelo com uma guerra civil, mas hoje vou falar de uma realidade assustadora: Mato Grosso teve dois prefeitos assassinados em sete dias!
O primeiro foi o prefeito de Novo Santo Antônio (a 1.080  km de Cuiabá no Nordeste do estado), ontem foi o prefeito de Nova Canãa do Norte (a  cerca de 820 km da capital no chamado Nortão). Luís Cesar Castro, conhecido como Luizão, 43 anos, eleito pelo DEM, foi morto com cinco dos sete tiros disparados por um homem encapuzado que se aproximou dele numa Festa do Laço e fugiu a pé.
O governador Silva Barbosa (PR) lamentou o episódio e prometeu que o caso será investigado com rigor. Só que passada uma semana do primeiro assassinato, o do prefeito Valdenir Antônio da Silva (PMDB), que foi alvejado em casa na frente dos filhos, nada foi apurado. Pelo menos que se saiba.
Pelo visto voltamos ao tempo do far-west, termo inglês que em português virou faroeste e que designa toda uma cultura ligada à expansão dos Estados Unidos em direção ao oeste do país na passagem do século XIX para o XX. Estamos nos referindo ao far (distante) west (oeste), do tempo das diligências (título de um dos filmes mais famosos do cineasta John Ford), dos duelos ao sol (outro tema recorrente nos melhores faroestes), dos assaltos a banco, dos embates com os indígenas, que foram praticamente dizimados no país, da corrida do ouro.
Qualquer semelhança com o nosso Oeste brasileiro do século XXI não é mera coincidência.

PS. Há 15 dias o jornalista Auro Ida foi assassinado a tiros num bairro da periferia de Cuiabá. Sabe-se que não foi latrocínio (assalto seguido de morte). A polícia trabalha com a hipótese de crime passional, mas muita gente acredita na possibilidade de queima de arquvio. As investigações avançaram pouco até agora.

Um comentário:

Chris disse...

Martha

Obrigado por todas as definiçoes e explicaçoes que vc da dos termos dificeis que usa. Em ingles nao preciso mas me ajuda muito com meu portugues! :)

Keep up the good work, ma'am!