sexta-feira, 24 de junho de 2011

Comportamento estranho

Publiquei uma matéria no dia 14 passado no jornal Diário de Cuiabá www.diariodecuiaba.com.br, que traz o desabafo do músico mato-grossense Ebinho Cardoso.
Ele se mudou para Boston (EUA) com a família e vai dar aulas de contrabaixo numa universidade de New Hampshire a convite de um grande contrabaixista norte-americano Jim Stinnett, professor da Berklee College of Music.
Todo mundo que conheço - e conhece o trabalho de Ebinho - respeita-o como músico e pessoa.
Eu, particularmente, sempre fiquei muito bem impressionada com o seu talento e sua postura calma, risonha e batalhadora.
Minha matéria atraiu alguns comentários na versão online do jornal - a maioria de gente lamentando a ida de Ebinho, mas compreendendo seu desabafo e lhe desejando sorte. Foram poucos comentários  negativos e o que me chama atenção é que quem fala mal de Ebinho não assume sua identidade.
É estranho esse comportamento. Ninguém é unanimidade e todo mundo pode ser manifestar a favor ou contra. Isso é salutar, mas não é salutar que as pessoas usem um espaço público para atacar o outro protegendo-se sob pseudônimo.

Um comentário:

Chorik disse...

Ah! O anonimato sob certas condições é um misto de covardia e cafajestada.