segunda-feira, 2 de maio de 2011

Obama mata Osama

Meu título não tem a pretensão de ser original,  mas não consegui fugir à tentação.
Pena que o timing da Casa Branca não se afinou com o do programa "Fantástico" da Rede Globo. Já pensaram a loucura que ia ser ter que interromper a programação prevista para anunciar a morte de Bin Laden?
Não me atrevo a dar uma de comentarista internacional num assunto tão sério, mas gostaria de dizer três ou quatro coisas a respeito do assunto mais importante do noticiário atual:
1- Acho muito estranho que o corpo de Osama tenha sido jogado ao mar (e não acredito nisso).
2- A fortaleza onde ele morreu  - e as circunstâncias, ao lado de mulher, filhos - me fizeram lembrar do personagem quase homônimo criado no humorístico "Casseta & Planeta". O maior terrorista do Planeta não estava escondido numa bat caverna super secreta e sim numa casa de alvenaria, bem próximo de outras pessoas comuns.
3- Finalmente, não acredito que o mundo vá ficar mais tranquilo por causa da morte de Bin Laden.
4- É claro que essa morte será um trunfo enorme nas mãos de Obama, que ganha fôlego para mais um mandato na presidência dos EUA.
Já pensaram se a morte de Osama acontecesse no mesmo dia que o casamento do príncipe Williams? Ia dar um nó na cabeça dos editores dos telejornais.

Um comentário:

As Estrelas disse...

Muito bom Marthinha! já ri aqui sózinha: isso para não chorar né! Imagina que agora Obama está aqui em carne e osso no Br. e vem chumbo grosso, armamento bélico pesado: ai o PreSAL é um explosivo!