quarta-feira, 27 de outubro de 2010

É dilmais!

Desculpe o trocadilho: é o único toque de humor num post marcado por tristeza, frustração e preocupação.
Eu ainda não entreguei os pontos. Não vou viajar no feriadão, vou cumprir meu dever cívico mesmo que isso represente apenas mais um voto. É o meu voto de protesto.
Como confiar num partido que recorre ao expediente ridículo de usar indevidamente nomes de intelectuais num manifesto de apoio à sua candidata à presidência da República? Primeiro, foi o cineasta José Padilha, um nome na moda por causa do sucesso de "Tropa de Elite 2". Agora acabo de saber no blog do jornalista Ricardo Noblat  http://oglobo.globo.com/pais/noblat/ que a escritora Ruth Rocha, autora de best-sellers infanto-juvenis, enviou uma carta à Dilma deplorando a inclusão de seu nome no tal manifesto.
Há dois dias, vi no blog de um amigo um vídeo feito por estudantes em que eles justificam o voto em Serra. Na verdade, o vídeo é uma pegadinha em que os participantes recorrem a razões bem absurdas para "justificar" o suposto voto no candidato do PSDB, ou seja, todos são a favor da candidata do PT. A proposta é criativa, mas se baseia em argumentos falsos. Por exemplo, um dos rapazes diz que vota em Serra porque ele é capaz de perdoar seus algozes da época de ditadura e recebê-los como aliados. Hello! O PT não fez e faz o mesmo o tempo todo?
Eu queria ver o frei Leonardo Boff, Chico Buarque e todos que apoiam o PT de braços dados com José Sarney, Fernando Collor de Mello, e os mato-grossenses José Riva, Pedro Henry (que provavelmente vocës não conhecem) na grande caminhada em comemoração da vitória petista!
Ontem, no final da tarde, ouvi no salão que frequento (e onde a maioria se disse eleitora de Serra) uma funcionária dizendo que se Dilma ganhar, vai se aliar a Evo Morales e fazer guerrilha no Brasil - alguma coisa assim. Acho isso uma bobagem e tenho medo dessas radicalizações. Nem Dilma vai retomar seu passado de guerrilheira (para que abandonar o salto alto e o modelito executiva moderna?), nem tampouco vai erradicar a miséria. Serra também não é o salvador da Pátria,  mas eu temo essa megalomania do presidente Lula & cia, a falta de escrúpulos e a proteção aos "companheiros" acima de qualquer coisa, mesmo que esse título "companheiro" abrigue um rol de pessoas cada vez mais suspeitas.
Durma-se com um barulho desses ...

2 comentários:

Blog do Akira disse...

Gostei dilmasiado do texto.

Martha disse...

Valeu, Akira!